Escolha uma Página
Crianças hostilizam homens do Exército no Complexo do Alemão
Traficantes usariam menores de idade para atrapalhar ações de combate ao tráfico
Filmagens feitas por militares do Exército mostram crianças provocando, ameaçando e agredindo soldados da força de pacificação do Complexo do Alemão, zona norte do Rio de Janeiro. O serviço de inteligência do Exército descobriu que os traficantes passaram a usar menores de idade para atrapalhar as ações de combate ao tráfico.
Segundo o Exército, a tática começou a ser usada depois que a tropa mudou a forma de atuação na comunidade. Agora, além de atuar em pontos estratégicos, os soldados utilizam motos para reprimir o tráfico de drogas.
O major Virgolino Albuquerque afirma que a força de pacificação tem causado grande prejuízo ao tráfico.
– Algumas batidas, em apenas uma noite, resultaram um prejuízo para o tráfico de mais de R$ 70 mil.
Segundo os militares, a estratégia do tráfico é usada para criar um clima ruim entre a força de pacificação e a população, passando uma falsa ideia de que a tropa não seria bem vinda na comunidade. O major Daniel Moraes revela que os responsáveis pelas crianças serão investigados.
– Vamos procurar os pais para que sejam responsabilizados criminalmente pelos atos dos filhos. Também procuraremos o Conselho Tutelar para que recolham estas crianças das ruas, pois muitas delas ficam até as 5h na rua.
Exército investiga denúncias de abuso
O Exército afirma que abriu um inquérito para apurar as denúncias de abuso, após um rapaz ter acusado os militares de tortura na Vila Cruzeiro. De acordo com o delegado José Pedro da Costa Silva, titular da Delegacia da Penha (22ª DP), os militares que prestaram esclarecimento até o momento negaram participação em qualquer agressão.
R7/montedo.com
Skip to content