Escolha uma Página
Fuzileiros americanos escapam de sanções após posar com bandeira nazista no Afeganistão
Comunicado enviado por base militar informa que “o incidente não foi motivado pelo racismo”
Foto foi publicada na internet em novembro de 2011
Foto: knightarmco.com / AP
Um grupo de fuzileiros navais que posou com uma bandeira nazista para uma foto publicada na internet recebeu advertência, mas nenhuma sanção, anunciou na quinta-feira a base militar de Camp Pendleton na Califórnia (oeste dos EUA). As autoridades militares foram informadas do assunto em novembro de 2011, após a publicação na internet da foto tirada em setembro de 2010.
“Não se concluiu que o incidente foi motivado pelo racismo. Os envolvidos reconheceram que o símbolo (nazista) podia ser mal-interpretado e não se encaixar na ética e nos valores do corpo de fuzileiros navais”, afirmou um comunicado da base militar.
No mês passado, o Pentágono lançou uma investigação por conta do impactante vídeo no qual se vê um grupo de fuzileiros navais urinando sobre cadáveres de insurgentes afegãos. O secretário de Defesa, Leon Panetta, condenou esse ato como “absolutamente deplorável”.
ZH/montedo.com
Skip to content