Escolha uma Página
Janaína Garcia
Porta-vozes do Exército afirmam que foi autorizada, na manhã desta terça-feira (7), a entrada de mantimentos e materiais de higiene no prédio da Assembleia Legislativa da Bahia, em Salvador. No local estão amotinados policiais militares, em greve há uma semana.
De acordo com o chefe do setor de comunicações do Exército, o tenente-coronel Márcio Cunha, o material irá para quatro crianças dentro do prédio. Segundo o oficial, desde as 21h de ontem (6) até esta manhã, deixaram o prédio nove adultos – sete deles manifestantes – e sete crianças.
“[A entrada de comida e material de higiene] foi autorizada pela Secretaria de Segurança Pública em função da evolução nas negociações, e para quatro crianças, o que não significa que haja apenas quatro delas lá. Elas estavam com fome e as tropas do Exército entregaram, até a zona de limite, aos manifestantes”, disse Cunha. Ainda conforme o tenente-coronel, há uma equipe da SSP no interior da Assembleia, tentando uma negociação com os PMs.
Nesta manhã, em entrevista à TV Globo, o governador do Estado, Jacques Wagner (PT), reafirmou que não dará o reajuste pedido pelos grevistas e nem concederá anistia aos manifestantes que promoveram atos de vandalismo. Na avaliação do petista, contudo, a expectativa para que as negociações avancem substancialmente hoje são grandes.
UOL/montedo.com
Skip to content