Escolha uma Página
Atualização: 16 h
Clima de paz entre Exército e manifestantes

General Gonçalves Dias: “Não vamos entrar em confronto, por favor, no meu aniversário não… Vocês sabem que até agora nós trabalhamos muito bem. Vocês foram atendidos, pelo que eu sei, em bastantes reivindicações. Porra, é meu aniversário cara!” (Imagem:G1)
Foto: Roberto Viana
Alessandro Isabel
Em meio às negociações envolvendo policiais militares grevistas e o governo do estado, o clima pacífico entre manifestantes e Exército foi demonstrado na tarde desta terça-feira (07). O general Gonçalves Dias, força maior da tropa de segurança que cerca a Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA), desde a manhã de segunda-feira (06), deixou a área de isolamento para conversar com os familiares e amigos dos grevistas que ocupam desde a noite do dia 31 de janeiro o prédio da ALBA.
O general foi abraçado e agraciado com um bolo. “Estamos sendo justos com uma pessoa que está sendo justa conosco”, disse Maria Clara, mulher de militar. Durante a conversa, G. Dias fez questão de negociar alguns pontos com os manifestantes que permanecem acampados em frente à Assembleia. Eles solicitaram do general autorização para irem às suas casas e retornarem para o Centro Administrativo da Bahia (CAB) sem serem barrados pelos soldados que isolam o local. A solicitação foi aceita.
Em demonstração de gratidão, os manifestantes cantaram parabéns para o general [que faz aniversário hoje]  e abraçaram G. Dias. O clima permanece tranquilo, durante a terça-feira (31), bem diferente de ontem, quando os manifestantes entraram em confronto com os soldados. Bombas de gás lacrimogêneo, balas de borracha e spray de pimenta foram utilizados para conter a ação dos familiares. Hoje, o general permitiu que os grevistas recebessem alimentos e remédios e não houve algum tipo de atrito. As negociações prosseguem.
Bocão News/montedo.com
Skip to content