Escolha uma Página
Leia a matéria publicada no O Dia Online. Abaixo, republico o que postei aqui em 16 de dezembro.


Dilma se mostra ‘sensível’ à reivindicação das tropas
Proposta de aumento nas Forças Armadas chega à presidenta. Verba deve ser remanejada

MARCO AURÉLIO REIS

Os comandantes da Marinha, almirante Júlio Soares de Moura Neto, do Exército, general Enzo Peri, e da Aeronáutica, brigadeiro Juniti Saito, encaminharam ao Ministério da Defesa proposta conjunta de reajuste dos soldos dos militares das três Forças para o ano que vem. O anúncio foi feito pelo comandante da Marinha na tradicional mensagem de fim de ano à tropa. Foi a primeira vez, em público, que Moura Neto tratou do tema abertamente.
O almirante informou na mensagem que, convencido da “justeza da reivindicação”, o ministro da Defesa levou a proposta à presidenta Dilma Rousseff, que teria se mostrado “sensível às necessidades apontadas”. No comunicado, ele levou esperanças aos militares ao informar que o pedido de aumento foi encaminhado ao governo “com vistas a recuperar as perdas salariais ocasionadas pela inflação, bem como a reduzir o hiato salarial existente entre a remuneração dos militares e a dos servidores da Administração Direta Federal”.
Ao aprovar a proposta de Orçamento da União para 2012, o governo assegurou que haverá recursos para as Forças Armadas no desenvolvimento de ações previstas na Estratégia Nacional de Defesa, por meio dos Comandos da Marinha, do Exército e da Aeronáutica. É a folga de caixa vinda dessa rubrica que permitirá aumento dos soldos das tropas, a partir de um remanejamento dos recursos.
Marinha vai criar novos quadros
A seus subordinados na Marinha, o almirante Júlio Soares de Moura Neto revelou que já apresentou proposta de aperfeiçoamento das carreiras dos praças. Ele anunciou, na mensagem de fim de ano, a intenção de criar o Quadro de Praças da Armada Submarinistas e do Quadro Técnico de Praças da Armada, que servirão na operação dos novos submarinos brasileiros, em especial os com propulsão nuclear.
O comandante da Marinha vai além no informe à tropa ao afirmar que ratificou a “alteração dos interstícios de planejamento para o Quadro de Praças da Armada, o Quadro Auxiliar de Praças e o Quadro Auxiliar Técnico de Praças, a vigorar a partir de 2014, que reduzirá, significativamente, o tempo de permanência nas graduações iniciais da carreira”.
Comando lista projetos que terão continuidade em 2012
Para o pessoal que serve no Rio, o almirante listou os seguintes pontos: ativação em janeiro de 2011 da Policlínica Naval de Niterói, com capacidade de atender a cerca de 50 mil usuários por ano; a continuidade em 2012 da construção da Policlínica Naval de Campo Grande, que atenderá a 62 mil usuários por ano, além das Organizações Militares que ficarão sediadas no futuro Estaleiro e Base Naval de Submarinos, em Itaguaí, no Rio; e o Projeto Idade Madura, que terá Centro de Convivência para Idosos, a ser instalado na antiga sede do Ambulatório Naval de Niterói. Lá, serão devolvidos trabalhos preventivos e assistenciais, como oficinas de memória, informática, artesanato, biblioteca e dança de salão.
O DIA ONLINE

montedo.com – 16/12/11

ALMIRANTE SOBRE AUMENTO: DILMA “MOSTROU-SE SENSÍVEL”. UFA, QUE ALÍVIO!

Em sua mensagem de final de ano, o Almirante Julio de Moura Neto, Comandante da Marinha, discorreu  sobre assuntos diversos relativos a Força que comanda.
Dos 1826 segundos do pronunciamento, o Almirante reservou exatos 39s à questão salarial, ao declarar, no melhor estilo ‘enrolation’:
“Dando seguimento aos estudos sobre a remuneração dos militares, os três Comandantes de Força encaminharam, ao Ministério da Defesa, uma proposta conjunta de reajuste dos soldos, com vistas a recuperar as perdas salariais ocasionadas pela inflação, bem como a reduzir o hiato salarial existente entre a remuneração dos militares e a dos servidores da Administração Direta Federal. O Ministro da Defesa, convencido da justeza da reivindicação, levou o assunto à Presidenta da República, que mostrou-se sensível às necessidades apontadas.”
E aí, qual a novidade? O Almirante apenas oficializou uma informação já de domínio público. O assunto já foi veiculado na mídia e aqui no blog. Os comandantes levaram a proposta para Amorim e deram meia-volta. Não foram capazes sequer de solicitar uma audiência com Dilma para tratar do assunto.
Agora, convenhamos: a PresidentE mostrar-se “sensível” – Dilma sensível é bom, hein? – “às necessidades apontadas” é uma paráfrase do antigo bordão: “Nossos chefes estão preocupados”. Só tiraram a farda.
Clique aqui para assistir o vídeo e aqui para ler o pronunciamento completo do Almirante.
Ah, já ia esquecendo: pelas palavras do seu comandante, nossa Marinha vai muito bem, obrigado. Que maravilha! 
Skip to content