Escolha uma Página
Todo dia é dia de índio


A Amazônia reserva surpresas a cada curva de rio. Numa delas, a equipe de O VALE pode acompanhar o pessoal do Cecma (Centro de Embarcações do Comando Militar da Amazônia) em uma visita à comunidade Tupé, de índios da aldeia Dessana, onde vivem cerca de 250 pessoas. Literalmente voamos numa lancha Guardian 25 do Cecma, que rasgou o rio Negro a 70 km/h.

Na comunidade, fomos recebidos pelo pajé Raimundo, de 65 anos, e seus filhos e netos, que apresentaram uma dança tradicional indígena. No final, a surpresa ainda maior: os índios convidaram os militares para dançar!
O tenente coronel José Roberto Medella Braga, 45 anos, comandante do Cecma ouviu elogios do pajé Raimundo. “Nós confiamos no Exército porque recebemos muita ajuda dos militares. Vocês são a verdadeira Funai para nós”, disse o pajé.
Skip to content