Escolha uma Página
Hospital confirma morte de cadete da Aman

Dicler de Mello e Souza
O gerente médico do Hospital Samer, Henrique Miller Balieiro, confirmou que o coração do cadete Renan Mendonça Borges Gama, de 23 anos, parou de bater às 12h10 de hoje (6).
O militar estava internado na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) do Samer, em Resende, desde o dia 24 de setembro, depois de passar mal em um exercício de campo realizado pela Aman. O paciente apresentava diagnóstico de rabdmiólise e insuficiência renal aguda e teve morte cerebral na última terça-feira (4).
Leia também:

CADETE DA AMAN É INTERNADO EM UTI APÓS PASSA MAL EM TREINAMENTO

CADETE EM COMA TEVE SOCORRO NEGADO POR INSTRUTOR

CADETE DA AMAM TEM MORTE CEREBRAL

HOSPITAL DE RESENDE NÃO CONFIRMA MORTE CEREBRAL DE CADETE

O médico informou ainda que, familiares do cadete que vieram de São Gonçalo, na Região Metropolitana do Rio, manifestaram o desejo de doar os órgãos do militar. Henrique Balieiro explicou, não foi possível fazer a doação por causa da própria doença e pelo vários medicamentos que foram aplicados no organismo do paciente que comprometeram os seus órgãos. Impossibilitando de serem transplantados numa outra pessoa. Nem mesmo as córneas puderam ser doadas.
Ainda não há informações sobre o sepultamento do militar.
Skip to content