Escolha uma Página
Exército Brasileiro realiza pesquisa na BR-116 em Caratinga (MG)
O objetivo é traçar um perfil para a melhoria das estradas no país. Após o encerramento da pesquisa, os levantamentos estatísticos serão encaminhados ao Ministério dos Transportes

O estudo é uma realização do Ministério dos Transportes
juntamente com o Ministério da Defesa
A pesquisa com os motoristas que passam pelo posto montado próximo à balança de pesagem do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte, o DNIT, no perímetro urbano da BR-116, em Caratinga, iniciou no último dia 23, e termina dia 30 de setembro.
O estudo é uma realização do Ministério dos Transportes juntamente com o Ministério da Defesa, que também conta com a parceria do DNIT. De acordo com o Tenente Deotti, do 4º Grupo de Artilharia de Campanha (4º GAC) de Juiz de Fora, o objetivo é traçar um perfil para o desenvolvimento e a melhoria das estradas no Brasil, além da contagem e o tipo de veículos que trafegam pela malha viária.
Ainda conforme o Tenente Deotti, 120 postos foram montados em todo país para realizar a pesquisa. Na abordagem dos soldados do Exército, um questionário composto por algumas perguntas objetivas é aplicado aos motoristas. “Basicamente é a opinião do usuário. O que ele prefere na rodovia, se é tapar buracos, pavimentar o acostamento, montar pontos de apoio, como postos de gasolina, hotéis, restaurantes. E saber também, qual é a característica do veículo: se está levando muito passageiro, se está levando carga, que tipo de carga, volume da carga. E o mais importante, se ele fosse usar transporte coletivo, se seria avião ou ônibus, por exemplo, para traçar o perfil de como deve ser utilizado o transporte coletivo no Brasil”, informou o Tenente do Exército.

Leia também:
DE VIGILANTES SANITÁRIOS A ANOTADORES DE VEÍCULOS: ESTE É O EXÉRCITO DE NOSSOS DIAS.

Mais de 1500 entrevistas já foram realizadas pelo Exército Brasileiro
Segundo o Tenente Deotti, mais de 1500 motoristas que passaram pelo posto montado próximo à balança do DNIT já foram entrevistados. Durante 24 horas por dia, 43 soldados do Exército Brasileiro pertencente ao 4º 4º GAC de Juiz de Fora, estão fazendo a pesquisa e a contagem de veículos que passam pelo trecho.
Após o encerramento da pesquisa os dados estatísticos coletados pelo Exército Brasileiro nas estradas do Brasil vão ser encaminhados ao Ministério dos Transportes que fará a finalização do estudo.
Pesquisa também tem caráter educativo, segundo Fiscal Federal do DNIT
A pesquisa não tem apenas o propósito de levantamento estatístico, mas também educativo. “Visa também coibir a fuga dos motoristas na balança de pesagem”, é o que destacou o Fiscal Federal do DNIT, Roberto Magalhães.
Durante a reportagem, o jornalismo do Super Canal flagrou o momento em que dois caminhões tentaram fugir da balança de pesagem do DNIT. Mas foram abordados e orientados pelos soldados do Exército, a retornarem à balança. “Na oportunidade, o motorista que evitar a evasão e fazer o retorno à balança não será penalizado, mas caso o veículo esteja com excesso de peso, ele será autuado, perder pontos na carteira de habilitação e receber uma multa conforme o artigo do Código de Trânsito Brasileiro”, disse Magalhães.
Skip to content