Escolha uma Página
Resende homenageará AMAN na Exapicor
Além de comemorar os 210 anos da cidade, a 44ª Exapicor Família (Exposição Agropecuária, Industrial e Comercial de Resende) vai homenagear aos 200 anos de história da AMAN (Academia Militar das Agulhas Negras) com uma exposição especial no Parque de Exposições a respeito desta instituição, que é responsável pela formação de oficiais para o Exército brasileiro.
Segundo o presidente da comissão organizadora do evento, Marcial Correa, “a Exapicor, que sempre teve uma linha bastante rural, passará, neste ano, a destacar todo o Município, valorizando Resende como um todo, mostrando à população os atrativos turístico, comercial e cultural do Município, entre outros segmentos”.
– Em 2011, vamos homenagear a AMAN como uma das instituições responsáveis por colocar Resende numa posição de destaque dentro do cenário nacional e estrangeiro – disse Marcial.
O estande com a história da AMAN ficará aberto desta terça-feira até domingo, entre 18 e 23 horas. A programação da exposição sobre a Academia Militar prevê a exibição de vídeo institucional e distribuição de revistas e produtos de divulgação. Além disso, serão expostas fotografias da AMAN e de atividades militares desenvolvidas em todos os seus 200 anos de existência, uniformes, viaturas e equipamentos militares, bem como, banner que contam a história da evolução da Academia Militar. Oficiais, cadetes e sargentos ficarão a disposição para explicar sobre o ingresso na carreira militar.
A Academia Real Militar – embrião da Academia Militar das Agulhas Negras – foi criada em 1811, pelo príncipe Regente Dom João, e funcionou na Casa do Trem, no Rio de Janeiro, local onde hoje está situado o Museu Histórico Nacional. Seu objetivo era formar oficiais de Infantaria, de Cavalaria, de Artilharia e oficiais engenheiros, inclusive geógrafos e topógrafos, aptos não só para os deveres militares, como também para a direção de trabalhos civis de minas, estradas, portos e canais.
Até ser instalada em Resende, em 1944, a Academia passou pela Praia Vermelha, por Porto Alegre e pelo Realengo. Durante essa trajetória, teve inúmeras denominações, até que, em 23 de abril de 1951, recebeu o seu nome atual: Academia Militar das Agulhas Negras (AMAN). De acordo com o Exército, a Academia Militar de hoje é a mesma Academia Real Militar, que iniciou suas atividades em 1811.
A implantação da AMAN em Resende foi idealizada e colocada em prática pelo marechal José Pessoa, que denomina o instituto criado este ano em Resende pela administração do prefeito José Rechuan (DEM) para debater o crescimento ordenado do Município. Lançado oficialmente na semana passada, durante uma cerimônia no Cinema Acadêmica, o Instituto é formado por segmentos organizados do Município.
Skip to content