Escolha uma Página
Forças Armadas apoiam testes para segunda etapa de concurso público dos Correios
Candidatos devem chegar aos locais de prova com antecedência de uma hora
Os testes de capacidade física laboral de 29.464 candidatos a agente (carteiro) e operador de triagem e transbordo da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT) serão realizados, a partir da próxima segunda-feira (12/09/2011) em 80 organizações militares localizadas em 66 cidades espalhadas pelo país. A avaliação será encerrada no próximo dia 16. Especialistas formados em educação física das três Forças aplicarão os exercícios, sobre supervisão de profissionais contratados pela ECT. Ambulâncias estarão prontas para qualquer emergência com equipe médica e socorristas de plantão.
A avaliação terá início às 8h, com término previsto para as 13h30. Os candidatos necessitam estar no local com uma hora de antecedência. As avaliações se darão em três modalidades: barra fixa, corrida e dinamometria (força). Ficará a cargo dos Correios informarem ao candidato o local e a divulgação dos resultados das avaliações.
No teste de barra, os homens precisam completar três flexões completas (até o queixo) em até um minuto. Para as mulheres, basta conseguir sustentar seu peso por dez segundos. Serão concedidas duas tentativas aos candidatos, no espaço de cinco minutos.
Para ser aprovado na corrida, o candidato do sexo masculino precisa percorrer 2.200 metros em 12 minutos. O limite mínimo, para mulheres, é de 1.800 metros. Após a realização do teste, haverá uma pausa de uma hora antes da avaliação de dinamometria, que será realizada com equipamentos fornecidos pela ECT. Basicamente, um dinamômetro medirá a força das mãos (manual), de carregar carga nos ombros (escapular) e nas costas (dorsal). Cada candidato terá três tentativas para completar os exercícios no espaço de cinco minutos.
Os limites mínimos previstos são, respectivamente, de 35 quilos para homens e 30 para mulheres na dinamometria manual; de 90 quilos e 80 quilos para a dorsal e de 30 quilos e 25 quilos para a escapular. Serão servidos lanches e água durante a avaliação, que custará cerca de R$ 1 milhão.
As Forças Armadas prestam apoio logístico na aplicação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) desde 2009. Os militares auxiliam no transporte e na segurança das provas, entre outras missões. Na forma do concurso dos Correios, com aplicação de testes físicos e cessão de unidades militares, será a primeira vez.
Em junho deste ano, o Ministério das Comunicações encaminhou pedido ao Ministério da Defesa, no sentido de que as Forças atuassem na segunda etapa do concurso, que teve mais de 1 milhão de candidatos. Há 5.344 vagas para carteiro e 200 para operador de triagem e transbordo O apoio logístico está previsto no artigo 16 da Lei Complementar 97/99. Dentro das ações subsidiárias, as Forças Armadas poderão ser empregadas em ações de caráter geral, em campanhas institucionais de atividade pública ou de interesse social.
DEFESA
Skip to content