Escolha uma Página
Soldado acusado de matar taxista com pedradas em MT é entregue ao Exército
Os dois acusados de latrocínio contra um taxista, na tarde de sábado (14) no município de Cáceres (215 km de Cuiabá), já prestaram depoimento. Alessandro de Souza Lima, 19 anos, soldado do Exército Brasileiro e E.L.A, de 16, mataram um trabalhador de 54 anos a pedradas e enforcado.
De acordo com as informações da Polícia Civil, o militar foi entregue ao Batalhão ao qual servia para que as medidas cabíveis fossem tomadas. Quanto ao menor, foi apresentado a promotoria de justiça na manhã deste domingo (15).

Leia também:

RECRUTA DO EXÉRCITO É ACUSADO DE ASSASSINAR TAXISTA EM MT

Os suspeitos teriam solicitado o serviço de táxi e no momento em que entraram no carro renderam a vítima. Eles levaram o homem para uma mata e o mataram a pedradas e enforcaram com uma corrente. O corpo teria sido ‘desovado’ no mesmo local do crime.
Os assaltantes ao fugirem com o veículo acabaram capotando o carro e foram presos. Pressionados para informar sobre o paradeiro do taxista, eles confessaram que ele havia sido morto e corpo jogado no matagal.
Olhar Direto
Skip to content