Escolha uma Página
Supostos abusos sexuais por parte de soldados da Minustah são averiguados
A Missão das Nações Unidas para a Estabilização do Haiti (Minustah) informou nesta sexta-feira que investiga casos de supostos abusos sexuais por parte de soldados do contingente do Uruguai em Port-Salut (sul).
“Estamos investigando”, disse uma fonte da força da ONU a propósito dos atos de prostituição e relações sexuais com crianças nos quais soldados uruguaios estariam envolvidos, segundo denunciou uma organização local.
A fonte informou que entrou em contato com as autoridades locais e programou um encontro na próxima segunda-feira para tentar esclarecer as informações.
Em comunicado enviado nesta quinta-feira à imprensa local, a Comissão de Investigação para o Desenvolvimento e a Organização de Port Salut (Credop) denunciou a “má conduta dos capacetes azuis”.
Um responsável desta organização, Ernso Valentin, disse à agência local HPN que os soldados “estão envolvidos na prostituição, baseando suas relações sexuais com as crianças desfavorecidas”.
“O pior é que tiram fotografias de crianças nuas em seus telefones para mostrar aos outros soldados”, acrescentou.
A organização também denunciou que soldados da Minustah na área “fumam maconha na presença de menores de idade”.
Por outro lado, o comunicado criticou o fato de o contingente ter criado um sistema de eliminação de águas residuais que emitem um mau cheiro na região.
EFE
Skip to content