Escolha uma Página
Luiz Henrique defende comandante do Exército, investigado por suspeita de fraude 
“Se alguém na tropa cometeu erros não foi com a conivência e complacência do general Enzo”
Em discurso nesta quinta-feira (11), o senador Luiz Henrique da Silveira (PMDB-SC) saiu em defesa do comandante do Exército, general Enzo Martins Peri, que, ao lado de outros generais, está sendo investigado por suspeita de participação em fraudes em obras rodoviárias do Exército.
Segundo matéria publicada do jornal Folha de S. Paulo em 31 de julho, o general Enzo e os oficiais investigados comandaram o Departamento de Engenharia e Construção (DEC) e o Instituto Militar de Engenharia (IME) entre 2004 e 2009, período em que o Exército fez convênios com o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) para obras em rodovias.
Leia também:

COMANDANTE DO EXÉRCITO FAVORECEU EMPRESAS, DIZ TCU

Nos últimos meses, mais de 20 pessoas foram demitidas da estrutura do ministério por suspeitas de corrupção, incluindo o ministro dos Transportes à época, Alfredo Nascimento, e o diretor do Dnit, Luiz Antonio Pagot.
– Quero ressaltar a figura do general Enzo Martins Peri, que conheço há anos. Quando ele era oficial, era chamado de “espartano”, um comandante exemplar, de total idoneidade. Convivi com ele como governador do estado e posso atestar sua total lisura. Se alguém na tropa cometeu erros não foi com a conivência e complacência do general Enzo – assegurou.
O parlamentar afirmou que o general é “um brasileiro exemplar, acima de qualquer suspeita, e um militar que honra a farda que veste”.
Skip to content