Escolha uma Página
Campanha mostra a alunos do Alemão e da Penha papel da educação na garantia da cidadania
Flávia Villela
Após oito meses da ocupação da Força de Pacificação nos complexos do Alemão e da Penha, na zona norte da capital fluminense, as Forças Armadas e a Secretaria Municipal de Educação criaram a campanha Escola: um Caminho para a Paz, voltada para alunos do ensino fundamental. Hoje (4) cada estudante recebeu uma cartilha que aborda a educação como instrumento para garantir cidadania e qualidade de vida.
Cerca de 20 mil alunos de 36 escolas públicas da região vão participar de um concurso de desenhos (estudantes de 1º a 3º anos) e redação (do 4º ao 9º anos) sobre o tema. A campanha e o concurso fazem parte do projeto Construindo um Sonho. O coronel João Paulo Dacas, da Força de Pacificação, destacou que a campanha tem como foco a prevenção.
“Percebemos, após uma análise com a população, que antes da instalação da Força de Pacificação nos complexos grande parte dos alunos do ensino fundamental era cooptada pelo tráfico de drogas. Então os alunos do ensino fundamental eram um público interessante para fazermos uma campanha preventiva”, disse. Segundo ele, a ideia é “criar consciência para que essas crianças possam escolher um futuro a partir da educação”.
O coronel informou que durante todo o mês de agosto as escolas vão receber ex-alunos que tiveram êxito profissional e social por meio da educação.
Os três melhores trabalhos de cada ano serão premiados em 25 de agosto, Dia do Soldado, na Vila Militar, em Deodoro, zona oeste. O primeiro colocado vai ganhar um Iphone; o segundo, um aparelho MP4; e o terceiro, um relógio. Todos receberão uma medalha. Os professores e a escola dos alunos vencedores ganharão uma placa alusiva ao evento.
AGÊNCIA BRASIL
Skip to content