Escolha uma Página
Exército apresenta ao governador calendário de ações para a Amazônia
Na foto: (esq. p/ dir.), o general Carlos Roberto de Souza Peixoto, comandante da 8ª Região Militar e 8ª Divisão do Exército, general Luis Carlos Gomes Mattos, Chefe do Comando Militar da Amazônia, o governador Simão Jatene e o secretário de Estado de Segfuração Pública, Luis Fernandes. 
FOTO: CLÁUDIO SANTOS/AG. PARÁ DATA: 06-06-2011 BELÉM-PARÁ

O governador Simão Jatene recebeu na manhã desta segunda-feira (06) uma comitiva composta por nove generais do Comando do Exército Brasileiro na Amazônia. Na ocasião, o general-de-Exército Luis Carlos Gomes Mattos, comandante Militar da Amazônia, sediado em Manaus (AM), apresentou o calendário de atividades do Exército para a região. O governador Simão Jatene recebeu na manhã desta segunda-feira (06) uma comitiva composta por nove generais do Comando do Exército Brasileiro na Amazônia. Na ocasião, o general-de-Exército Luis Carlos Gomes Mattos, comandante Militar da Amazônia, sediado em Manaus (AM), apresentou o calendário de atividades do Exército para a região. A audiência também foi acompanhada pelo general-de-divisão Carlos Roberto de Sousa Peixoto, comandante da 8ª Região Militar e 8ª Divisão de Exército, com sede em Belém, além de outros militares representantes da 1ª; 2ª; 16ª; 17ª e 23ª Brigadas de Infantarias de Selva, com sedes em Marabá (PA), Tefé (AM) e Porto Velho (RO).

O encontro também foi uma retribuição à visita feita pelo governador Simão Jatene ao Comando da 8ª Região Militar no início do ano. “Eu já estou na região amazônica há dois anos e agora desejei conhecer o governador do Pará”, disse o general Mattos, que está divulgando o calendário de atividades do Exército na Amazônia. A primeira reunião ocorreu em Manaus, a segunda em Belém, e a terceira está prevista para Manaus novamente, marcando as comemorações pelo aniversário da presença do Exército na Amazônia.
Luiz Fernandes Rocha, secretário de Estado de Segurança Pública; Nilton Atayde, delegado geral de Polícia Civil, e o coronel Mário Solano, comandante da Polícia Militar, também participaram da audiência. O coronel Solano descartou a junção da segurança estadual com o Exército para combater a violência no campo, conforme foi especulado em Belém. Segundo ele, a PM paraense já reforçou o policiamento nas chamadas áreas de risco do Estado. O coronel também informou que 840 novos policiais foram distribuídos em 11 polos do Pará.
Durante a audiência foi realizado ainda o primeiro encontro da cúpula de segurança do Estado. “Nós estamos na fase preliminar, de um debate que vamos avançar não só pelo aspecto da segurança, mas também pela atenção especial às investigações. Vamos examinar causa e efeito, para não corrermos o risco de fazer juízo de valor dos fatos”, enfatizou o coronel.
Secom
Skip to content