Escolha uma Página

“Meu filho está com medo e sob ameaça”, diz pai de soldado supostamente estuprado
Quatro militares estariam envolvidos na agressão ocorrida em quartel no RS

O pai do soldado de 19 anos que diz ter sido estuprado dentro do quartel de Santa Maria, no Rio Grande do Sul, afirmou que o filho sofreu ameaças. O militar está internado no hospital de guarnição do Exército.
– Ele tá com medo, tá bastante amedrontado. Perguntei se tinham ameaçado ele (sic) e ele disse que sim.
Segundo relato dos familiares, quatro militares estariam envolvidos no abuso, que teria ocorrido em 17 de maio. De acordo com a acusação, enquanto um segurava a vítima, outros três teriam praticado o ato. A família do militar, que serve no quartel Parque Regional de Manutenção, registrou denúncia na terça-feira (24).
A mãe do jovem denunciou ainda que, ao tentar falar com o filho no hospital foi ameaçada por um subtenente que alegou desacato.
Segundo o advogado da família, Lauro Bastos, a mãe do soldado não pôde permanecer com o filho no quarto.
O defensor relatou também que, ao buscar informações sobre a situação do militar, teria sido informado de que o jovem fez exames de sangue que indicaram que ele é soropositivo.
Segundo o advogado, no entanto, outros dois exames deram resultado negativo. A assessoria de comunicação do Exército informou que o inquérito militar foi aberto um dia após o suposto abuso.
R7
Leia também:

EXÉRCITO INVESTIGA DENÚNCIA DE VIOLÊNCIA SEXUAL ENTRE SOLDADOS NO RS

Skip to content