Escolha uma Página

Militar do Exército não paga conta e vai parar na delegacia


Renata Tavares
Um soldado do 36º Batalhão de Infantaria Motorizado do Exército de Uberlândia de 18 anos foi conduzido para a 1ª Delegacia Regional de Polícia Civil na madrugada desta segunda-feira (16) depois de não pagar uma conta de R$ 36 em uma boate. Segundo o boletim de ocorrência, ele foi até a portaria e disse que não tinha o dinheiro e apresentou um cartão de crédito que estava bloqueado.
Os policiais acionados pela boate o teriam levado até um caixa eletrônico para que o mesmo realizasse a retirada do dinheiro, mas devido ao bloqueio do cartão não foi possível. Ele foi levado para a delegacia onde assinou um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) e foi liberado.
A assessoria de imprensa do exército informou que o soldado foi ao banco na manhã de hoje na presença de um militar e foi constatado que tinha saldo na conta corrente, mas que o banco havia bloqueado a conta.
A assessoria ainda disse que, o soldado efetuou o pagamento da conta, se explicou no exército e não foi necessário abrir processo administrativo para investigar o caso.
CORREIO DE UBERLÂNDIA

Skip to content