Escolha uma Página
Ponte desmorona e moradores enfrentam fila no Rio das Velhas

A ponte sobre o Rio das Velhas, na BR-381, entre Sabará e Belo Horizonte, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, caiu na tarde desta terça-feira (3), um dia antes do que era planejado pelo Departamento de Infraestrura de Transportes (Dnit). Com a queda, o concreto ficou atravessado no meio do rio, represando parte da água. A ponte de passagem de pedestre foi bloqueada por meia hora, causando uma fila de 500 metros. Houve um início de confusão, mas não houve confronto entre os populares e a Polícia Militar.

O tenente do Exército Otávio Ricardo Ribeiro, responsável pelo policiamento no local, informou que um dos barcos que dá sustentação a ponte foi inundando pela correnteza. Com as chuvas desta terça à tarde, parte do curso d’água foi desviado para a lateral do rio por causa dos escombros que caíram.
A ponte foi interditada no dia 20 de abril, quando um dos pilares cedeu quase 80 centímetros. A demolição da ponte começou na última segunda-feira. A derrubada do vão central estava prevista para esta quarta a partir das 10 horas. Segundo o tenente Otávio Ricardo, no momento da queda o local estava interditado.
“Foi um estrondo muito forte. Uma nuvem de poeira subiu e as pessoas que estavam perto começaram a sair correndo”, contou o motorista Carlos de Aguiar Souza, 43 anos, que aguarda para atravessar de Belo Horizonte para o Bairro Borges, em Sabará.
Durante toda à noite desta terça-feira, o Exército reforçou a segurança na passarela de pedestres. Entre às 18h30 até às 21 horas, estava sendo autorizada a passagem de duas pessoas por vez. “Fiquei esperando mais de uma hora esperando autorização do Exército para passar de Sabará para Belo Horizonte”, reclamou o garçom Eduardo Leal, 24 anos, que foi obrigado a faltar ao trabalho.
DE FATO ONLINE
Leia também:

PONTE CEDE E EXÉRCITO VAI CONSTRUIR PASSARELA EM MINAS GERAIS

Skip to content