Escolha uma Página
Ademir dos Anjos 
PALMAS (TO) – Cerca de 60 agentes de Endemias do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) e agentes Comunitários de Saúde e 100 homens do 22º Batalhão de Infantaria do Exército estão na região norte da Capital, desde o início desta manhã (17) para realizar mutirão de combate à dengue. As equipes estão focadas nas quadras 404, 406, 506 e 508 Norte, segundo Wanderlan Melchiades, do CCZ.
Levantamento do setor de Controle Vetorial do CCZ revela que 94% dos focos positivos do mosquito Aedes aegypti estão localizados em imóveis edificados. De acordo com diretor de Vigilância em Saúde, Cláudio Gilberto Garcia isso significa que os quintais não estão sendo cuidados.
Ainda de acordo com o CCZ, a maior incidência desses criadouros de larvas do mosquito da dengue é constituída de depósitos móveis, de fácil remoção, como vasos/frascos com água, pratos, bebedouros em geral e recipientes plásticos.
O Índice de Infestação Predial (IIP) médio de Palmas é de 2,3%, no entanto, nas quadras da região Norte da Capital, a situação é preocupante, chegando a 5.9% na 404 Norte. 
PORTAL STYLO
Skip to content