Escolha uma Página
Dilma mantém barcos à distância da base militar onde passa o Carnaval, em Natal

Neste sábado (5), um forte esquema de segurança protege a área em volta da Barreira do Inferno (RN), onde a presidente Dilma Rousseff descansa neste carnaval. Jornalistas encarregados de acompanhar a presidente alugaram uma lancha para tentar se aproximar do local pelo mar, mas foram barrados por uma embarcação da Marinha a cerca de oito quilômetros de onde está a presidente. Dilma passa o carnaval na praia, acompanhada da filha Paula, do genro, e do neto Gabriel. A presidente não deve ter compromissos oficiais durante o feriado. (Foto: Ed Ferreira/Agência Estado/AE)
Ninguém pode chegar a menos de três milhas náuticas (5,6 quilômetros) do Centro de Lançamento da Barreira do Inferno, base militar da Aeronáutica, onde a presidente Dilma Rousseff passa o feriadão de carnaval, com familiares. Cercado de falésias e com o acesso por mar guarnecido pela Marinha, o centro atende perfeitamente à disposição da presidente de descansar nestes quatro dias.
Na manhã deste sábado, o barco com repórteres foi abordado três vezes por militares da Marinha. Primeiro, na altura do Morro do Careca, na praia de Ponta Negra, em Natal, quatro militares em um bote informaram que a embarcação teria de se afastar três milhas da costa, porque estava em na “área de exercício”. Em seguida uma corveta da Marinha fez contato por rádio e solicitou a documentação do barco. Depois, liberou o barco, mas orientou o comandante a se afastar meia milha.
Na entrada da Barreira do Inferno, pela Rota do Sol, além dos militares da Aeronáutica, a Polícia Militar do Rio Grande do Norte protege a entrada, impedindo a permanência de curiosos. A pessoas podem ficar do outro lado da pista. Dilma está hospedada no hotel de trânsito do Centro de Lançamento da Barreira do Inferno, a quatro quilômetros do portão de entrada. Na tarde de sábado, a movimentação era de veículos militares.
A presidente chegou a Natal na sexta-feira, às 18h, se seguiu de helicóptero para o centro, a 13 quilômetros de Natal. Dilma deixou claro que que privacidade no carnaval e, por isso, escolheu a base da Barreira do Inferno. Acompanham a presidente sua filha, Paula, seu neto, Gabriel, e seu genro, Rafael Covolo. Dilma deverá voltar a Brasília no fim da tarde de terça-feira.
Esta é a primeira vez que um presidente passa uma temporada na Barreira do Inferno. O hotel de trânsito passou por uma reforma para receber Dilma, incluindo a transformação de dois quartos em um, onde a presidente está acomodada. Também foram feitas melhorias no sistema de segurança e comunicação do centro. A presidente tem à disposição cinco quilômetros de praia cercada de falésias avermelhadas.
Skip to content