Escolha uma Página
EMOÇÃO NO REGRESSO (Foto: Diego Alves – Midiamax)
Militares reencontram famílias em Campo Grande após missão no Haiti
Diego Alves
Quarenta militares que atuaram durante seis meses na cidade de Porto Príncipe (Haiti) e que desembarcaram em Campo Grande no último 18 de fevereiro, reencontraram suas respectivas famílias no início da tarde desta quarta (23), no 18° Batalhão Logístico na Capital, após cinco dias de quarentena.
A maioria dos militares do Estado que retornaram, são das cidades de Campo Grande, Corumbá e Aquidauana, já o restante são do estado vizinho Mato Grosso. Um dos soldados que serviu o Brasil durante seis meses no Haiti é Luiz Fernando Vilas Boas Peixoto, 23, que atuou na reconstrução daquele país.
“Muito difícil, saudades da família, agora é a melhor coisa, ninguém paga essa recompensa”, conta o boina azul, com o filho Juan Pablo de 2 anos no colo e acompanhado da esposa Odileide dos Reis Silva, 23.
Ele junto com os outros integrantes do BRABATT 2 (Brazilian Battalion) permaneceram isolados no 18° B Log para cumprir as normas da Diretoria de Saúde do Exército.
O BRABATT 2 partiu ao Haiti em 15 de agosto de 2010 com a missão de vigilância e patrulhamento de vários pontos da capital haitiana.
Na última segunda-feira chegaram 85 militares, no próximo dia 27 chegará uma tropa de 53. Já no dia 2 março chegam 129 militares, no dia 5, 70 e em 8 de março mais 128 militares retornam para reencontrarem seus familiares.
MIDIAMAX
Skip to content