Escolha uma Página

O IME, Senhores

Carolina Reis

 Suas férias acabarão no início de janeiro. Você correrá pela orla de Botafogo cantando sobre a Amazônia. Fará flexões, abdominais, subirá escadas correndo. Você vai aprender a comer no rancho. Assistirá palestras sobre liderança, ética, regulamento e farda de gala. E você vai gostar. Por quê? “Porque o IME, senhores, é o melhor lugar do mundo.”

Ainda posso ouvir o meu comandante de pelotão do primeiro ano nos dizendo isso. Ele estava certo. Durante todo esse esforço da adaptação, éramos chamados de ‘candidatos’ e ouvi-lo nos chamar, pela primeira vez, de ‘alunos’ foi incrível! Hoje, no 4º ano, vejo novos alunos receberem suas platinas. Vejo seus pais orgulhosos e eles próprios ainda mais.
Olho em volta, no meu próprio pelotão, e percebo o quanto mudamos. O quanto amadurecemos. Éramos infantis e inexperientes, falávamos baixo e não sabíamos nos impor. Agora temos o peito estufado e a postura ereta. Até os mais tímidos sabem comandar. Passamos ordens aos mais modernos e conseguimos conversar com mais antigos com respeito, porém sem temor. Na parte acadêmica, então… Sobrevivemos aos quatro cálculos, a professores de fama assustadora, escolhemos nossa engenharia e alguns de nós já até terminaram o estágio!
Sinto-me feliz por estar aqui. Aqui, em forma, sob o sol do verão carioca, com brilhantes platinas douradas de quatro traços – um para cada ano conquistado. Penso em quantas oportunidades nos foram apresentadas, em quantas portas foram abertas (como as da Fundação Estudar, inclusive), em quanto conhecimento adquiri, em quantos amigos tive o prazer de conhecer. Sim, o IME, senhores, é o melhor lugar do mundo.

Carolina Ferreira dos Reis – Engenharia de Fortificação e Construção – IME

Natural do Rio de Janeiro, Carolina cursou o Ensino Fundamental no Colégio Cenecista e o Ensino Médio no Colégio Militar do Rio de Janeiro (CMRJ), onde foi aprovada em 4º lugar no concurso de admissão, foi da Infantaria e membro da Legião de Honra. Em 2008, iniciou a graduação no Instituto Militar de Engenharia (IME), cursando Engenharia de Fortificação e Construção. Lá, também foi bolsista em uma pesquisa sobre Modelagem Matemática de Aquíferos, no departamento de Águas e Hidrologia, onde estudou o comportamento de poluentes com o objetivo de prevenir danos em casos de vazamento de substâncias químicas no solo. Estudando esse assunto, ganhou prêmio como Melhor PBIP (Programa Brasileiro de Iniciação à Pesquisa). Hoje, Carolina é monitora do Ação IME, projeto social Pré-Universitário Comunitário, e é Gerente de Marketing da IME Júnior.

Skip to content