Escolha uma Página
Brasil pediu mais cooperação dos EUA no Haiti, mostra telegrama
Telegramas da diplomacia americana vazados pelo WikiLeaks revelam que a representação permanente do Brasil na ONU pediu aos EUA mais cooperação durante as ações de ajuda às vítimas do terremoto de 12 de janeiro de 2010 no Haiti.
Contudo, nos mesmos documentos, representantes do governo brasileiro negam atritos entre militares brasileiros e americanos.
Dias após o terremoto, os EUA enviaram 16 mil militares e toneladas de suprimentos para o Haiti.
Um acordo foi estabelecido para que os EUA, em maior número, ficassem responsáveis pela entrega dos suprimentos e as tropas brasileiras, pela segurança.
Na época, a reportagem constatou descontentamento entre oficiais e praças brasileiros, que temeram perder para os americanos áreas que estavam sob sua responsabilidade. Em poucos dias, o atrito inicial foi superado.
Causaram polêmica na época a tomada de controle do aeroporto da capital por tropas dos EUA e o pouso de um helicóptero nos escombros do palácio presidencial.
Após o pedido de cooperação da representação do Brasil na ONU, os americanos passaram informar com antecedência suas ações ao governo brasileiro.
Nos telegramas, o então ministro Jorge Armando Félix, do Gabinete de Segurança Institucional, diz aos diplomatas americanos que a mídia estava “causando problemas” ao divulgar “pequenos incidentes” ocorridos entre as tropas dos dois países.
Jornal Floripa
Skip to content