Escolha uma Página
Os desaparecidos são um “fato histórico”, do qual “nós não temos que nos envergonhar ou nos vangloriar”, afirmou em discurso o general José Elito Siqueira. 
O militar, que assumiu a chefia do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência, defendeu que o país “olhe para a frente”. 
Siqueira chamou de “situações isoladas” os objetos de investigação da Comissão da Verdade -incluindo casos de desaparecimento. 
Horas antes, a nova secretária de Direitos Humanos, Maria do Rosário, apoiou a criação da comissão, ideia que gerou muita polêmica no governo Lula.
Folha de São Paulo
Skip to content