Escolha uma Página
Exército pedinte
Enquanto os parlamentares se concedem aumentos, o Comando do Exército reclama que os recursos do atual orçamento não são suficientes para garantir as suas atividades.
O EB adverte que a falta de dinheiro vai reduzir demais (de 70 mil para 44 mil) o número de jovens que farão o serviço militar obrigatório no ano que vem:
“A não incorporação normal de 70.000 homens reduzirá o poder dissuasório do Brasil, trará prejuízo ao patrulhamento de fronteiras, reduzirá a tropa em condições de ser empregada em operações de garantia da lei e da ordem e da defesa externa, bem como diminuirá a força de trabalho para as missões subsidiárias”.
É o que está escrito no ofício assinado pelo general Gilberto Arantes Barbosa, secretário de Economia e Finanças do Comando do Exército, enviado ao Congresso.
Um General amigo da mídia, que deseja ser Comandante do EB no lugar de Enzo Peri, vazou o documento para o jornal O Globo…
Pedido oficial
O Exército reivindica uma suplementação de R$ 453,9 milhões no orçamento da União.
O orçamento já aprovado no relatório setorial no Congresso Nacional destina R$ 60,6 bilhões para todo o Ministério da Defesa.
Desse total, estão destinados para o Comando do Exército R$ 25,13 bilhões.
A Aeronáutica terá R$ 13,6 bilhões e a Marinha, R$ 15,7 bilhões.
Skip to content