Escolha uma Página
Militares sofrem trote violento durante treinamento do Exército em Manaus (AM)
Caso aconteceu no começo do ano e só foi descoberto em julho
Novatos do exército foram recebidos com trotes violentos no quartel de Manaus, no Amazonas. Um vídeo gravado com um celular mostra recrutas que entraram no Batalhão de Infantaria de Selva, na capital, sendo agredidos por militares veteranos. 
No vestiário, começa a chamada barrufada, uma sessão de pancadaria com porretes de palha cortante. As agressões continuam no alojamento, onde os recrutas apanham mesmo caídos no chão. 
O trote violento aconteceu no começo deste ano, mas só foi descoberto pelos oficiais em julho. Segundo o Exército, os envolvidos na pancadaria foram punidos com detenção de quatro dias. O tenente-coronel Luís Gonzaga Viana Filho considera o trote um desvio de conduta. 
– Quem comete esse tipo de transgressão, além de ser punido, é expulso. Se houver indícios de crime militar, o suspeito será julgado pela Justiça Militar, fora dos quartéis. 
A suspeita de maus-tratos nas unidades do Exército no Amazonas não é novidade. Desde 2006, quatro militares morreram durante treinamentos no centro de instrução de guerra na selva. O ministério público federal investiga as mortes
R7
Comento:
Estas barbaridades só contribuem para denegrir a imagem do Exército e justificar a generalização barata, como a do repórter. que coloca no mesmo saco os trotes do BIS com as mortes ocorridas no CIGS.
Skip to content