Escolha uma Página
Brasil encerra o Mundial Militar de tiro em sexto. China lidera
Equipe brasileira não subia ao pódio da competição desde 2006. No Rio de Janeiro, foram quatro medalhas: um ouro, duas pratas e um bronze
Equipe feminina brasileira no Mundial de tiro
(Foto: Divulgação)
O Brasil se despediu do Mundial Militar de tiro, no Rio de Janeiro, com a sensação de dever cumprido. O país, que não subia ao pódio desde 2006, conquistou um ouro, duas pratas e um bronze, conseguindo a sexta colocação na competição. No último dia, a China superou a Alemanha e ficou com a primeira posição geral, com três ouros, quatro pratas e dois bronzes.
O trio formado por Major Emerson Duarte, Iengo Batista e Júlio Almeida venceu a Pistola de Tiro Rápido Militar. Os brasileiros também foram prata na pistola de fogo central, mesma medalha conquistada por Júlio na individual. Ana Luiza Mello, Cibele Breide Martins e Roberta Boldrini Mota foram bronze na Pistola de Tiro Rápido Militar.

Classificação geral
1º China 3 ouros 4 pratas 2 bronzes
2º Alemanha 3 ouros 3 pratas 1 bronze
3º Noruega 2 ouros 1 prata 2 bronzes
4º Polônia 2 ouros 1 prata 2 bronzes
5º Áustria 2 ouros 1 prata
6º Brasil 1 ouro 2 pratas 1 bronze
Skip to content