Escolha uma Página
Menor fez disparo que matou major do Exército
Um menor foi reconhecido como o autor do disparo que matou o major do Exército Daniel Gustavo Guimarães, de 36 anos, na segunda-feira. O jovem, de 16 anos, tentou assaltar o militar, que estava em seu carro, na Estrada do Camboatá, em Deodoro, mas Daniel teria reagido. Em seguida, o menor abordou um homem que seguia logo atrás, num Gol preto, e fugiu com o veículo. O adolescente acabou sendo detido pouco depois e a vítima do assalto o reconheceu na Divisão de Homicídios.
Maria Aparecida Peçanha Ramiro, de 30 anos, também foi presa. Ele é suspeita de ter fornecido uma pistola calibre .40 para o adolescente. Os dois são da Favela do Muquiço, em Deodoro. 
Cláudio Márcio Soares de Souza, o Bonitinho, de 32 anos, apontado inicialmente como suspeito do crime inicialmente, não teria ligação com o caso. No entanto, ele também ficou preso porque possuía um mandado de prisão pendente de roubo.
O Gol roubado pelo menor foi recuperado por policiais do 14º BPM (Bangu).
EXTRA ON-LINE
Leia também:
Skip to content