Escolha uma Página

O Exército dos Estados Unidos enviou ao Afeganistão uma arma “inteligente”, que, acredita, mudará o rumo da guerra por representar um problema sem solução para os insurgentes do Taleban.
O Departamento de Defesa desenvolveu protótipos de um lança-granadas capaz de medir as condições no campo de batalha e disparar explosivos programados para explodir, por exemplo, 1 m depois de um muro atrás do qual os inimigos estão refugiados.
A arma, batizada de XM25, lança granadas de 25 mm a até 700 m de distância. Os artefatos contam com um microchip que é programado com dados de distância do alvo, pressão do ar, temperatura e balística.
Após anos de desenvolvimento, a arma, do tamanho de um rifle, já está em poder de unidades de combate no Afeganistão. O Pentágono planeja adquirir 12.500 unidades ao preço de até R$ 51 mil (US$ 30 mil) cada, informou o Exército.
As tropas dos Estados Unidos e seus aliados da Otan (aliança militar ocidental) não conseguem controlar a movimentação dos do Taleban no Afeganistão. Os insurgentes, acusados de promover o terrorismo contra os EUA, tentam recuperar o poder perdido no fim de 2001.
AFP/R7
Skip to content