Escolha uma Página
O ministro da Defesa, Nelson Jobim, telefonou nesta manhã para o ministro-chefe da Secretaria de Assuntos Estratégicos (SAE), Samuel Pinheiro Guimarães, e negou que tivesse dito ao então embaixador dos Estados Unidos no Brasil, Clifford Sobel, que Guimarães “odeia os Estados Unidos”.
A suposta afirmação foi revelada em um telegrama da embaixada norte-americana, datado de 2008, e divulgado pelo site WikiLeaks no domingo. Jobim esclareceu que realmente conversou sobre Guimarães com o embaixador, mas disse que o tratou com respeito e o classificou como “um nacionalista, um homem que ama profundamente o Brasil”.
— Se o embaixador disse que Samuel não gosta dos Estados Unidos, isso é interpretação do embaixador, eu não disse isso. Samuel é meu amigo — afirmou o ministro.
Skip to content