Escolha uma Página
Fotos: Alex de Souza / O Repórter.com

A Vila Verde receberá cerca de 2.436 atletas

Instalações dos Jogos Mundiais Militares devem ser concluídas até Maio de 2011
Eduardo Martins
Na manhã deste sábado (13), aconteceu em Deodoro a última apresentação das Vilas Militares de Atletas antes dos Jogos Mundiais Militares, que serão realizados em julho do próximo ano, no Rio de Janeiro. Além dos alojamentos, foram apresentados os Centros Nacionais de Tiro e Hipismo e o ginásio de Esgrima. 
A quinta edição dos Jogos Mundiais Militares terá competições em 20 esportes, com a participação de 6 mil atletas de 110 países. Serão três vilas (Branca, Verde e Azul) e um total de 1.206 apartamentos para alojar os atletas. 
A apresentação da Vila Militar começou no CNTE (Centro Nacional de Tiro Esportivo), que antes do RIO 2011 sediará o 45º Campeonato Mundial de Tiro, que acontecerá entre os dias 27 de novembro e 5 de dezembro, e que ganhou novos equipamentos, em relação ao que foi visto no Pan-Americano de 2007. Segundo o Coronel Nasser, a nova construção é de última geração e facilitará a vida do atirador, que pouco depois de disparar o tiro, já saberá o resultado.
“A construção é de primeiro mundo, tudo eletrônico, de última geração. O atirador sabe onde está mirando. Além disso, o atleta saberá o seu resultado em pouco tempo. É um ganho para as Forças Armadas, para o Brasil e para os atiradores” disse Nasser, que ressaltou que a instalação já está apta a receber os Jogos Olímpicos de 2016.
A maior esperança do Brasil nas competições de Tiro é Júlio Almeida, que participou dos Jogos Olímpicos de Pequim e foi medalhista de prata no Pan-Americano do Rio de Janeiro, em 2007.
No CNH (Centro Nacional de Hipismo) que receberá as competições de salto, adestramento e equitação, o Capitão Lavarda falou sobre o local de competição, que foi construído visando o Pan do Rio de Janeiro.
“A instalação foi construída para o Pan, mas a manutenção foi feita pelo Exército com ajuda do Governo Federal. Com isso, estamos fazendo obras de melhorias” falou o militar, quem também comentou sobre o novo telão e as arquibancadas móveis que foram retiradas após os Jogos Pan-Americanos de 2007, mas que serão reconstruídas para a competição do ano que vem.
Já no ginásio de Esgrima, o Coronel Antônio Maranhão revelou que a obra da pista de Pentatlo Moderno ficará pronta em fevereiro, com capacidade para 900 pessoas sentadas na arquibancada. Além da prova de Pentatlo Moderno, a instalação ainda receberá o Pentatlo Militar e uma parte das partidas de futebol, que terá os principais jogos disputados em São Januário e no Engenhão.
Na visita a Vila Verde, que é considerada uma das obras mais importantes, foi apresentada uma maquete das instalações, que contarão com 408 apartamentos, divididos em 17 prédios, que até o março de 2011 devem estar totalmente concluídos. A Vila será reutilizada nos Jogos Olímpicos de 2016.
Após os jogos, os apartamentos das Vilas Militares serão ocupados pelas famílias de oficiais das forças militares que servem no Rio de Janeiro, informou o general do Exército Megid.
O general falou ainda sobre o custo das obras, que chegou a R$1,4 bilhões e incluiu as reformas que custaram cerca de R$600 milhões e também a construção das três Vilas Militares que teve o valor de R$450 milhões. As instalações devem ser totalmente concluídas até maio de 2011.

Edição: Alex de Souza e Néstor J. Beremblum 
O REPÓRTER

 
 
Skip to content