Escolha uma Página


Um belo registro feito durante o voo do Media Day a bordo de um C-130 da FAB 
durante a Cruzex: uma formação de um A-1B da FAB, um Rafale B da França e um 
F-16C da USAF. (Foto: S1 Silva Lopes / FAB)

A Cruzex V teve um dia especial nessa quarta-feira, 10 de novembro. A Direção do Exercício abriu as portas para 88 jornalistas e fotógrafos brasileiros e estrangeiros no evento conhecido como media day, ou dia da mídia, em portugues.


O Diretor do Exercício, Tenente-Brigadeiro-do-Ar Gilberto Antonio Saboya
Burnier, deu início a apresentação do exercício para os jornalistas e fotógrafos 
cadastrados no evento. (Foto: S1 Hérique Trajano / FAB)

A bordo do C-130, os fotógrafos puderam registrar as aeronaves participantes 
de todos países bem próximas da rampa traseira do “Gordo” da FAB. 
(Foto: S1 Hérique Trajano / FAB)

Os profissionais de vários países puderam conhecer detalhes e setores estratégicos da Operação. Na sequência, participaram de uma entrevista coletiva com o Diretor do Exercício, Tenente-Brigadeiro-do-Ar Gilberto Antonio Saboya Burnier, que estava acompanhado dos demais oficiais generais dos países participantes. Segundo o diretor, é necessário que a sociedade possa acompanhar com total transparência o que está sendo feito na CRUZEX. “É importante divulgarmos o que está acontecendo aqui”, afirmou o Tenente-Brigadeiro Burnier.



Algumas das imagens feitas durante o voo da imprensa realizado hoje na 
Cruzex V. (Fotos: Sgt. Johnson Barros / FAB)

 

Após a coletiva aconteceu o ponto alto da programação: um voo a bordo de uma aeronave Hércules C-130, do 1º Grupo de Transporte de Tropa, com a rampa de lançamento aberta. De lá, os jornalistas puderam ver uma esquadrilha formada por cinco caças dos países participantes da CRUZEX. A formação, liderada por um A-1 da Força Aérea Brasileira, tinha um Rafale da França, um A-37 do Uruguai e dois F-16, do Chile e dos Estados Unidos. As cenas causaram furor entre os jornalistas. Cinegrafistas e fotógrafos puderam ficar cara a cara com as aeronaves tendo ao fundo a impactante paisagem do litoral do Rio Grande do Norte.


Como já era de se esperar, o caça Rafale foi o mais “clicado” pelos fotógrafos
a bordo do C-130. (Fotos: Johnson Barros / FAB)

“Foi um voo incrível, é uma excelente oportunidade para observar os muitos aviões de várias nacionalidades de um ângulo diferente”, afirmou o fotógrafo holandês André Benchop, que trabalha para diversas revistas internacionais de aviação. “É uma oportunidade muito especial”, ressalta.
Vejam mais ótimas imagens do voo no perfil da Cruzex no Flickr.
Fonte: Ten Cesar Guerrero/ Agência Força Aérea
Nota do Editor: Estivemos a bordo do C-130 e em breve divulgaremos imagens exclusivas da operação. O Cavok Brasil está divulgando as imagens e as informações sempre com antecedência no nosso perfil no Twitter (@cavokbr). No final do dia atualizamos as informações aqui no blog.

Skip to content