Escolha uma Página

Escrito por Leandro Sicorra Wilemberg

(UM DOS HERÓIS DA RESISTÊNCIA DE SÃO BORJA-RS )

O SOLDADO LUIZ ANTÔNIO DE VARGAS, ORIUNDO DE PORTO ALEGRE, NO RIO GRANDE DO SUL, ENCONTRAVA – SE NO RIO DE JANEIRO TRABALHANDO COMO MAQUINISTA, QUANDO O GOVERNO APELOU PARA OS BRASILEIROS E PUBLICOU O DECRETO QUE CRIOU O CORPO DE VOLUNTARIOS DA PÁTRIA, E VARGAS FOI UM DOS PRIMEIROS A SE ALISTAR DEMONSTRANDO GRANDE PATRIOTISMO, ENTAO O CORPO DE VOLUNTARIOS DA PÁTRIA SEGUIU PARA O RIO GRANDE DO SUL, TERRA DE VARGAS, E PARA LÁ ELE TAMBEM PROSSEGUIU JUNTO COM SEUS COMPANHEIROS, E MOSTRANDO GRANDES VALORES PARA O SERVIÇO MILITAR, COMO ENERGIA, INTELIGÊNCIA, ATIVIDADE E GRANDE RESISTÊNCIA FÍSICA, LOGO FOI PROMOVIDO A FURRIEL.
QUANDO O 1º CORPO DE VOLUNTÁRIOS DE PÁTRIA ENFRENTOU OS PARAGUAIOS, NA EMBOCADURA DA RUA SÃO JOÃO, ATUAL ENCONTRO DA RUA BORGES DO CANTO COM AVENIDA JÚLIO TRÓIS, O FURRIEL VARGAS FAZIA PARTE DA GUARDA BANDEIRA.
FOI DE SURPRESA E DESCONFIANÇA PARA OS PARAGUAIOS, POIS ELES ACHAVAM QUE A VILA ESTAVA SEM DEFESA. QUERENDO, PORÉM, TIRAR PARTIDO DE UM GOLPE AUDAZ E IMPRESSIONANTE, LANÇOU-SE SOBRE A FORÇA BRASILEIRA.
NESSE MOMENTO, UM SOLDADO DA CAVALARIA PARAGUAIA FERE O OFICIAL QUE CONDUZ A BANDEIRA BRASILEIRA E EMPUNHANDO ELA, BRADA, COM VOZ ROUCA: “ES MIA!”.
ELE ENTÃO FOI ATACADO, PELO FURRIEL VARGAS, EM DISPUTA DO AMADO PAVILHÃO NACIONAL. O PARAGUAIO REPELIU O ATAQUE, DISPARANDO SUA GARRUCHA, MAS ERROU O ALVO, E VENDO ISSO, ELE PUXA A ESPADA E, QUANDO VAI DESFERIR O GOLPE MORTAL SOBRE O HERÓICO INFANTE, O FURRIEL ENTÃO, NUM LANCE HERÓICO E DIGNO DE SER LEMBRADO POR TODOS NA HISTÓRIA, DESFERE UM RÁPIDO E CERTEIRO GOLPE DE BAIONETA, ACERTANDO EM CHEIO O PEITO DO CAVALARIANO PARAGUAIO, QUE TOMBOU, DEIXANDO A BANDEIRA DO 1º CORPO DE VOLUNTÁRIOS DA PÁTRIA TREMULAR NA MÃO DO VALENTE FURRIEL BRASILEIRO!
Autor: 2º Ten Int Mesquita, do 2º R C Mec. 

Skip to content