Escolha uma Página
O presidente Luiz Inácio Lula da Silva Lula criou nesta quarta-feira o cargo do chefe do Estado Maior Conjunto das Forças Armadas e, nomeou o general da reserva José Carlos de Nardi, gaúcho, para ocupar esse importante posto, equivalente ao de comandante da Marinha, do Exército e da Aeronáutica. Esse cargo estará vinculado diretamente ao ministro e será responsável pela coordenação de ações do ministério, como as ações de militares brasileiros no Haiti.
O general De Nardi, amigo de Jobim, já ocupou a Secretaria de Ensino, Logística, Mobilização, Ciência e Tecnologia do Ministério da Defesa. Em novembro de 2008, assumiu a função de Comandante Militar do Sul. Em abril deste ano, De Nardi foi para reserva. Lula assinou ainda outros dois decretos que criam a Estrutura Militar de Defesa e a Política de Ensino de Defesa.
Apesar de a criação dos cargos da nova estrutura do ministério depender de aprovação do Congresso, Jobim fez questão de garantir, desde já, a nomeação do Chefe do Estado Maior Conjunto das Forças Armadas, que receberá salário equivalente ao de um comandante, em torno de R$ 13 mil. Também serão criadas duas secretarias: de Produtos de Defesa e a de Pessoal, Ensino, Saúde e Desporto. Os dois titulares poderão ser anunciados e nomeados também hoje. Cada cargo é de DAS 6, com salário de cerca de R$ 10 mil. 
Skip to content