Escolha uma Página
Lauro Jardim
Na próxima sexta-feira, o Ministério da Defesa recebe as propostas das emissoras de televisão que pretendem transmitir os Jogos Mundiais Militares. Além de não exigir exclusividade, o modelo criado não exigirá um centavo para os cofres públicos das empresas interessadas.
Ou seja, qualquer canal pode se habilitar para transmitir o evento de graça. Basta cumprir exigências de divulgação durante a programação.

RADAR ON-LINE (VEJA)

Skip to content