Escolha uma Página
Sargentos-alunos da EASA doam sangue em Cruz Alta
Iniciativa foi realizada no Hemonúcleo como despedida do município
Um grupo de sargentos-alunos da Escola de Aperfeiçoamento de Sargentos das Armas (EASA) iniciou nesta terça-feira uma doação de sangue para o Hemonúcleo de Cruz Alta. Os militares, de diversas regiões do país, concluem o curso de qualificação de três meses nos primeiros dias de agosto.
O sargento Augusto Macedo Guterres, que atua em Taubaté (SP), foi um dos voluntários. Para ele, a doação é um gesto de solidariedade que o acompanha desde que a mãe teve de fazer uma cirurgia e precisou receber sangue. “É difícil achar doadores tipo O positivo, e por isso faço sempre minha doação”, afirmou.
A solidariedade também motivou o sargento Antonio Ricardo Cavalcante, de São Paulo (SP), doador regular há 6 anos. “Acho muito importante doar, pois se está doando vida”, destacou. A campanha dos sargentos-alunos da EASA terá continuidade amanhã à tarde com a participação de outro grupo de militares.
 Carlos Bindé/Correio do Povo
Skip to content