Escolha uma Página
Levi de Oliveira
Policiais Rodoviários Federais da base de Três Lagoas realizaram a abordagem de uma Parati, placas NBH 7873, de Dourados, que estava seguindo em direção ao Estado de São Paulo, por volta das 16 horas desta sexta-feira (4). Quando foi solicitada a documentação, o condutor se identificou com uma carteira funcional de militar e depois com a habilitação vencida há mais de 30 dias. C.A.S., sargento do Exército, mostrou-se muito nervoso, o que chamou a atenção dos policiais. A abordagem ocorreu na BR 262, altura do km 21.
Foi realizada uma fiscalização no veículo e a (PRF) Polícia Rodoviária Federal constatou que o assoalho do veículo apresentava irregularidas e exalava um forte odor de cloridrato, possivelmente para disfarçar o cheio da droga. Após a retirada do tapete do assoalho, foi visualizado sinais de solda, parafusos e rebites em vários pontos. Os policiais constataram então que se tratava de um fundo falso do assoalho. Alguns pontos de fixação foram soltos e a maconha encontrada, envolvida em fita adesiva. Os tabletes totalizaram 76,6 quilos.
O condutor informou que pegou o veículo em um posto de combustível próximo ao trevo de Imbirussu, com a chave no contato e que levaria a encomenda até a capital paulista.
A polícia concluiu que o veículo já havia sido utilizado para a mesma finalidade, pois apresentava sinais de adulteração em toda a sua estrutura, sendo, forros, teto, ventilador, tanque, painel, porta-malas, para-choques dianteiro e traseiro, bancos e outros e em outros locais.
A droga, o veículo e o soldado preso foram encaminhados para a Polícia Federal. 
Skip to content