Escolha uma Página
Foto: Gabiel de Paiva (O Globo)
Os corpos encontrados no mar, na manhã desta quinta-feira, foram reconhecidos por familiares como sendo dos dois alunos do curso de formação de sargento do Exército, que estavam desaparecidos desde segunda-feira . As vítimas, achadas na altura de São Conrado e na Barra, próximo ao Posto 4, ainda estão no Grupamento Marítimo da Barra. Rodrigo Bonfim Pinto, de 25 anos, e o amigo Renato Pereira Tarradt, de 19 anos, caíram no mar próximo ao Clube Costa Brava, no Joá, após serem atingidos por uma forte onda quando tiravam fotografias.
Muito emocionados, parentes de Rodrigo não quiseram falar com a imprensa. A esposa dele teria desmaiado ao ver o corpo. O pai de Renato, José Carlos Tarradt, disse, indignado, que o clube foi displicente por não botar grades de segurança, cordas e bóias num local que é sabidamente perigoso:
– Criei meu filho para se formar. Ele estava sempre entre os primeiros da turma. Acredito em destino, mas acho que esse não era o momento dele. Agora espero que os colegas dele não desistam do curso. Eu vou à formatura. Esse era o sonho dele e era a realização do meu também.
O mar continua bastante agitado nesta manhã de quinta-feira e as pessoas devem tomar cuidado com a ressaca. Quem pretende ir à praia neste feriado deve ficar atento às condições do mar. O Serviço Meteorológico Marinho da Marinha do Brasil mantém o aviso de ressaca até o fim da manhã desta quinta-feira. Em Niterói, as ondas estão com 2,5 metros de altura, em Itacoatiara. Na Praia da Macumba, na Barra da Tijuca, chegam a 1,5 metro. 
Skip to content