Escolha uma Página
Seis militares, sendo um general, morreram nesta quarta-feira, após o choque de dois helicópteros em uma base do Exército, no município de Chaparral, a 200 quilômetros de Bogotá, na Colômbia. O acidente aconteceu durante uma operação para capturar Alfonso Cano, um dos líderes das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc).
Um dos helicópteros havia acabado de decolar quando colidiu com o outro. As aeronaves teriam explodido depois de atingir o solo.
O presidente da Colômbia, Álvaro Uribe, lamentou o acidente e lembrou a trajetória pessoal e profissional das vítimas.
– Faleceram integrantes das nossas Forças Armadas que se encontraram ali em uma operação muito importante contra o terrorismo – disse Uribe.
Uma das vítimas foi identificada como o general Fernando Joya, que acabou de assumir o comando da unidade militar. Também morreram no acidente o coronel Arturo Herrera Castaño, um tenente-coronel do Exército, um técnico da Força Aérea e tripulantes do helicóptero. 
REUTERS
Skip to content