Escolha uma Página
Ele e anestesista usaram armadura corporal, pois havia risco de explosão.
Paciente recupera-se na base de Bagram, segundo a Aeronáutica dos EUA

Imagem de raio X fornecida pela Aeronáutica dos EUA mostra cilindro explosivo incendiário de 14,5 milímetros de diâmetro que ficou cravado no crânio de um soldado afegão de cerca de 20 anos após um combate. (Foto: AP)
G1
Skip to content