Escolha uma Página

Homens do Exército e da Marinha entraram no bairro de Itaúna para buscar pessoas em situações especiais. Iara Rodrigues, de 59 anos, não pode andar devido a problemas nas pernas e saiu no caminhão das Forças Armadas. A mesma viagem levou seu filho, Alexandre Paulo, de 35 anos, que tem problemas mentais. Eles tentaram flutuar em uma banheira de fibra, mas não foi possível. Então, aguardaram mais de 24h no escuro, pois toda a comunidade está sem energia elétrica.
– Ele é excepcional e eu não tenho forças pra arrastar nós dois. Não conseguiria sair sem a ajuda dos vizinhos e do caminhão – agradeceu Iara.

Skip to content