Escolha uma Página
Os aviões vão ser utilizados para a defesa nacional e o combate à droga. 
 As Forças Armadas venezuelanas estrearam ontem os primeiros seis de dezoito aviões de treino militar e ataque ligeiro K-8 comprados à China, avança o ‘El País’.
O montante gasto nos aparelhos não foi revelado, mas sabe-se que nos últimos quatro anos Caracas despendeu pelo menos 4 mil milhões de dólares em armamento.
O Governo de Hugo Chávez garantiu que os aviões vão ser usados para treinar pilotos e interceptar carregamentos de droga originários da Colômbia.
Já o presidente da Venezuela sublinhou que o armamento aumenta a capacidade militar para “defender a soberania desta terra sagrada e desta revolução”.
Skip to content