Escolha uma Página
O helicóptero Pantera, do Exército, pousou por volta das 18h30 próximo ao local onde cinco pessoas morreram em um desabamento em Cunha, no interior de São Paulo, e resgatou a única sobrevivente ao acidente. “Ela foi resgatada com suspeita de fraturas múltiplas nas duas pernas”, disse o coronel Robert Franco de Oliveira, do Estado-Maior do Exército em Taubaté. De acordo com ele, a mulher foi levada para o Aeroporto de Guaratinguetá e de lá para o Pronto Socorro da Santa Casa de Guaratinguetá. A vítima está lúcida e consciente e passa por atendimento desde as 20h.
A utilização do helicóptero foi necessária porque a cidade está completamente isolada. O Pantera levou cinco soldados do Corpo de Bombeiros para a área afetada.
Neste sábado, o Exército continuará a dar apoio à Defesa Civil de Cunha para resgatar as vítimas. De acordo com o coronel, não foi possível resgatar os corpos das vítimas fatais nesta sexta-feira, mas a remoção dos corpos deverá ser retomada neste sábado.
“Difícil foi localizar o local do soterramento, porque quando se chega à área tudo parece muto igual. A cidade está bastante isolada e tem vários problemas”, avaliou o coronel. O Exército foi chamado para atuar na operação a partir da tarde desta sexta-feira.  Ao todo, cinco homens trabalharam na operação.
Skip to content