Escolha uma Página

O baluarte da ética e da democracia, José Sarney, caprichando na modéstia, afirmou que sua “visão de estadista” e “grande persistência” foram importantes para a doutrinação dos militares, para que se completasse a transição da ditadura para a democracia. Em entrevista a Fernando Rodrigues, do UOL Notícias, Sarney conta que dormiu em quartéis e escolas militares para conversar com os representantes das Forças Armadas. “Podíamos ter problemas porque eu sentia que não existia um amadurecimento”, declarou na entrevista.

Skip to content