Escolha uma Página
Quando o chefe do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência, que por acaso é um general, minimiza as atitudes de “bandidos” do MST e declara que o movimento não é uma ameaça à sociedade e ainda diz que isto tem sua razão para existir, sinto tristeza de viver nesse Brasil, porque não foi este país que eu aprendi a amar.
Esse general Felix em meu tempo de exército não teria condição de ser um simples soldado raso. E são essas pessoas que fazem do Brasil uma terra sem lei.
Disse este “soldadinho de chumbo” que o que aconteceu foi um movimento e que qualquer movimento tem seu viés de razão. Só esquece esse “cara” que o viés da insensatez deveria custar caro.
Mas quem tem um chefe de segurança desses, não precisa de inimigo.
Skip to content