Escolha uma Página
A Indra, fornecedora de serviços de Tecnologia da Informação da Europa e América Latina, implantará o sistema de comunicações por satélite no maior navio da Armada Brasileira, o porta-aviões São Paulo. Também entregará ao Ministério da Defesa do país, terminais terrestres para operar em sua rede de comunicações por satélite militar, SISCOMIS.
Com estes contratos, a Indra reforça sua posição como um dos principais fornecedores destes sistemas para as Forças Armadas Brasileiras. Os valores dos serviços não foram revelados. O sistema que a Indra implantará no porta-aviões São Paulo permitirá ao navio estabelecer um link de voz e dados de alta capacidade em banda SHF.
Esta solução é similar às já fornecidas pela companhia para a Armada brasileira e que atualmente estão operando em diferentes fragatas e navios da frota.Este tipo de equipamento tem demonstrado a sua confiabilidade e resistência a temperaturas e condições climáticas extremas, Por isso encontram-se instalados, por exemplo, no Ary Rongel, navio que presta serviço na Antártica.
Trata-se de tecnologia de ponta, que responde às exigências mais altas em comunicações militares navais e que a Indra tem implantado amplamente em navios da Armada Espanhola e Holandesa. Além disso, a Indra entregará ao Ministério da Defesa Brasileiro, diferentes terminais terrestres.
Em resumo, fornecerá terminais táticos de montagem rápida com grande capacidade de transmissão; sistemas tipo Manpack, que podem ser facilmente transportados por um soldado e montados em poucos minutos por duas pessoas, com alta capacidade; e terminais transportáveis de alta capacidade, que vão montados sobre um veículo.
A companhia vem colaborando com o Ministério da Defesa Brasileiro desde 2006 no desenvolvimento de sua rede de comunicações por satélites militares, SISCOMIS. Desde então, encarregou-se de colocar em operação elementos chaves da rede, tanto em terminais navais quanto terrestres, assim como o sistema ISMAS (Integrated X-Band Stations Management System) de gestão da rede.
No Brasil, a Indra está presente desde 1996. Entre os últimos projetos no país se destacam a modernização do sistema de atendimento ao cliente da CEMIG, o desenvolvimento em conjunto com a companhia de eletricidade Elektro de um novo sistema de gestão de distribuição, a gestão do tráfego metropolitano na cidade de Curitiba, a implementação de um sistema de pedágio no sul do país, e a implantação de sistemas de controle em terra do satélite Amazonas II, situado na órbita do Rio de Janeiro. São clientes da Indra no Brasil empresas como Eletronorte, Energisa, FEMSA, Gas Brasiliano, General Motors, GOL, Light, Petrobrás, TAM e Vivo.
Skip to content