Escolha uma Página
Ricardo Montedo

Deparei-me com esta cândida pergunta em enquete na página virtual de Zero Hora:
“Você acha que o que aconteceu em Honduras foi um golpe? Deixe a sua opinião. Ela poderá ser publicada em reportagem de Zero Hora.”
Uééééé!!!!
Não entendo mais nada.
Quando Zelaya foi apeado do poder a quase três meses, a mídia não tinha dúvida alguma – FOI GOLPE!- mancheteava, seguindo bovinamente o discurso histérico-ideológico dos lulistas, boilvarianistas, chavistas, evistas, correistas, sandinistas e outros istas.
Nem se deram ao trabalho de ler a Constituição Hondurenha.
Agora, para não ficar tão feio, o negócio é fazer uma enquete e transferir para o leitor a responsabilidade:
– E aí, foi golpe ou não foi?
Algo como:
– Que tu achas? Foi pênalti ou não foi? – ignorando o fato de que o zagueirão quebrou a perna do atacante dentro da pequena área.
Assim, muda-se lentamente o foco e passa-se a tratar os acontecimentos em Honduras como deveria ser desde o início, sem precisar admitir:
– ERRAMOS! NÃO FOI GOLPE! CUMPRIU-SE A CONSTITUIÇÃO!
Enquanto isso, Zelaya ocupa – sim, ocupa – a Embaixada Brasileira, pisoteando em cima da (nossa) soberania nacional.
Lula e Amorim estão rebaixando o Brasil, internacionalmente, a nível tão baixo como “nunca antez na istória deste paíz!”
E a mídia amestrada tem boa parcela de culpa, admita ou não. E isso inclui o sangue que poderá correr no país caribenho, por conta (também) de sua omissão irresponsável.
Enquanto isso, Chávez esfrega as mãos.
Publicado: 08:35
Atualizado: 16:12
Skip to content