Escolha uma Página
A Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional aprovou na última quarta-feira (9) a criação de uma comissão externa para acompanhar o desenvolvimento das tropas brasileiras na Missão das Nações Unidas para a Estabilização do Haiti (Minustah , em francês). A proposta foi requerida pelo deputado Cláudio Cajado (DEM-BA).
O parlamentar ressaltou que a presença de 1.200 soldados brasileiros no Haiti exige que o Congresso esteja atento a todos os fatos que vão marcar a história do Exército nacional.
De acordo Cajado, no momento da ida das tropas brasileiras, a imprensa divulgou a relevância da missão. No entanto, ainda existem dúvidas e ausência de informações sobre os resultados alcançados e sobre a necessidade de continuidade das tropas brasileiras no país. “O Brasil reconhece a seriedade da missão, mas precisa estar consciente de todo o trabalho desenvolvido pela nossa tropa, pois a missão representará a imagem do nosso País internacionalmente” disse.
A reunião para definir os integrantes da comissão ainda não foi marcada.
Skip to content