Escolha uma Página

O Exército vai atuar nos postos de fronteira do Rio Grande do Sul para orientar e monitorar a circulação de viajantes no Estado contra a gripe suína. A atuação dos soldados deve se restringir a orientações distribuição de declarações de saúde. As informações são do jornal Folha de S.Paulo.
De acordo com o jornal, uma força-tarefa foi montada com a participação dos militares e funcionários das prefeituras e do governo estadual. Os grupos devem atuar em 14 pontos nas fronteiras com a Argentina e o Uruguai.
Segundo a Folha, o Exército afirmou que o trabalho está em fase de planejamento. O Ministério da Defesa autorizou o Comando Militar do Sul a atuar também em Santa Catarina e no Paraná.PORTAL TERRA

Skip to content