Escolha uma Página
Os Estados Unidos suspenderam suas atividades militares conjuntas com Honduras, depois do golpe militar do fim de semana passado, o que afeta o destacamento que tem posicionado no país centro-americano.
Segundo o serviço de imprensa das Forças Armadas americanas, os 600 soldados dos Estados Unidos na Base Aérea de Soto Cano, em Honduras, estão confinados em sua guarnição e “não conduzem exercícios com os militares hondurenhos”.
Robert Appin, porta-voz do Comando Conjunto Sul, com sede em Miami, disse que a última atividade realizada fora da base dos 600 soldados, marinheiros e pilotos americanos ocorreu em 26 de junho. Leia mais.
Skip to content